Vejo essa afirmação de que Deus é amor em muitos lugares, explicitamente: adesivos de carros, panfletos com mensagens bíblicas, camisetas, etc.
Eu também creio que Deus é amor, porém, gosto de anunciá-lo de outro modo antes de falar ou escrever: vivendo o amor ao irmão.
Quando amamos com amor puro, motivados pelo amor que temos a Deus, levamos o seu amor às pessoas com gestos concretos.
A pessoa se sente amada diretamente por Deus. Percebe que o Seu amor chegou até ela através de nós. E, sem que digamos uma só palavra, essa pessoa crê que Deus é amor.
A quem se pergunta, diante de tragédias e catástrofes, se Deus é realmente amor, eu anuncio o seu amor com gestos e digo apenas: “Ama e entenderás”.

Apolonio Carvalho Nascimento