sophia
De 25 a 30 de julho, a Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista (SP), sedia o Curso de Férias Latino-Americano “As bases teórico-práticas do paradigma da fraternidade: Projeções nas ciências sociais, políticas, econômicas e culturais”. O curso é promovido pelo Instituto Universitário Sophia para a América Latina e Caribe (Sophia ALC), organização que propõe uma ideia inovadora de cultura: o foco é o paradigma da fraternidade, aplicado nas ciências sociais, políticas, econômicas e culturais, como indicador de respostas aos urgentes desafios do Continente.
Realizado pela primeira vez no Brasil, após edições no México, na Colômbia e na Argentina, o curso intensivo e presencial é direcionado a jovens universitários de toda a América Latina. Na cerimônia de abertura entre as autoridades civis e religiosas estarão presentes: a deputada federal Luiza Erundina e uma delegação da associação budista Rissho Kosei-kai.
Ao tratar das bases teóricas-práticas desse paradigma, Sophia ALC propõe um caminho formativo que elabora e integra um conhecimento coletivo, mediante estudo e práxis centrados em uma experiência de intercâmbio e convivência.
Os conteúdos tratados serão: Desigualdade social na América Latina; A crise política brasileira; Pan-Amazônia: desafios e perspectivas; Projetos sociais no México e Colômbia. A partir de um método dialógico, os temas serão desenvolvidos por professores de universidades do Brasil, do México, da Colômbia, da Bolívia, da Argentina e da Itália.
Os alunos serão jovens, estudantes universitários ou recém-formados, provenientes de vários países e de diversos cursos de humanas, exatas e biomédicas, em um estimulante estudo intercultural e interdisciplinar.
O Instituto Universitário Sophia, que possui sede central nas imediações de Florença, Itália, foi fundado em 2008 por Chiara Lubich, fundadora também do Movimento dos Focolares
Para saber mais sobre o Instituto Sophia, acesse: www.iu-sophia.org/en-US