Construir fraternidade é destruir todas as barreiras que nos separam e edificar um mundo novo, no qual existem somente pontes que nos unem.
Cada um de nós é responsável. Cada um com sua tarefa específica segundo o momento: alguns representam a comunicação, outros a solidariedade; uns são especialistas na compaixão, outros na benevolência.
Todos empenhados em fazer o bem, todos comprometidos em ser um adjetivo do amor: paciente, misericordioso, justo.
A minha tarefa para construir fraternidade pode ser a de semear concórdia, testemunhar humildade, chorar com quem chora, alegrar-me com quem se alegra.
Quando nos tratamos como irmãos, Deus nos trata como filhos.

Apolonio Carvalho Nascimento