Mais de 3.200 pessoas participaram do encontro das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste com Maria Voce (Emmaus), presidente do Movimento dos Focolares, e Giancarlo Faletti, co presidente, no dia 21 de abril, no auditório Celso Furtado, do Anhembi, na capital paulista. Além dos presentes que lotaram o local, mais de 3.000 pessoas de 34 países acompanharam pela internet a transmissão do evento.
Com uma programação repleta de apresentações culturais, experiências compartilhadas e muito diálogo, era palpável a alegria e a energia que transbordava da sala, em um clima de grande família.
Além de integrantes do Movimento dos Focolares dos estados de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, o encontro contou com a presença de representantes de igrejas evangélicas e de outras religiões, como da RISHO KOSSEI-KAI do Brasil (organização de budistas leigos), da Fraternidade Cristã Judaica e do Conselho Nacional dos Leigos.
10294379_10154038173570043_4477621669088154767_n
A programação privilegiou os momentos de perguntas e respostas com Emmaus e Giancarlo, com oportunidades para que as diversas realidades pudessem se expressar. As perguntas abordaram questões como o novo momento do Movimento dos Focolares após a partida para o Céu da fundadora Chiara Lubich, participação na política, relações de trabalho, unidade com a Igreja Católica e igrejas evangélicas, as dificuldades e dores da vida, os desafios das novas gerações, como equilibrar o uso da Internet com a necessidade do encontro pessoal e qual a missão das Mariápolis permanentes, especialmente as do Brasil.
Sobre a vida da Obra em nosso país, Giancarlo demonstrou todo o seu entusiasmo ao constatar que “o mundo todo está no Brasil”. “O carisma permite expressas a vida e as características de cada nação. O Brasil é muito rico de cultura e história, mas sua maior riqueza são as pessoas, os muitos povos que formaram o povo brasileiro. O Carisma encontrou um terreno muito fértil no Brasil, tanto que o primeiro focolare aberto fora da Europa foi aqui”. Olhando para o momento presente, Emmaus convidou todos a abrir mais o coração diante das necessidades. “Tantas pessoas gostariam de fazer alguma coisa. Basta que apenas uma pessoa acenda uma centelha e muitas outras são catalizadas”, observou Emmaus.
1508056_535006963274291_3294533376191217277_n
Energia da juventude
O período da tarde foi dedicado às novas gerações. Crianças, adolescentes e jovens encheram o palco com sua alegria, energia, música, perguntas e experiências, em um dinâmico talk show.
Foram abordados temas como ir ao encontro das periferias existenciais respondendo ao convite feito pelo Papa Francisco aos jovens, como se colocar mais a serviço da Igreja, a experiência da Jornada Mundial da Juventude e o relativismo do mundo atual.
Entre as muitas experiência apresentadas, teve a de Melissa, de Brasília, que na universidade, conseguiu transformar uma discussão sobre o aborto que estava se tornando um confronto em um diálogo aberto, permitindo-lhe argumentar com fatos. Também André, que ao começar a trabalhar na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, encontrou uma proposta sem resposta enviada há muito tempo por presídios para desenvolver uma ação cultural em favor dos presos. As palavras de Jesus “estava preso e foste me visitar” o motivou a abandonar uma posição comodista de achar que se tratava de algo muito difícil e a ir até o fim com esse projeto. As consequências foram surpreendentes: bibliotecas reativadas, cursos de formação para servidores, promoção de concursos literários, colaborando para devolver a dignidade daquelas pessoas, abrindo-lhes novos horizontes.
Para concluir o dia, um momento apoteótico, que emocionou e contagiou a todos. A canção “O que é, o que é?”, de Gonzaguinha, começou a ser cantada de forma suave até o trecho “Eu fico com a pureza da resposta das crianças, é a vida, é bonita e é bonita”. Na sequência, a sala explodiu e deu continuidade à música com muita festa, demonstrando toda a alegria do povo de Chiara em viver o Ideal da Unidade e a gratidão a Emmaus e Giancarlo pela viagem ao Brasil e por terem dado um novo impulso à vida do Movimento no país. Veja o vídeo da música final do encontro no Anhembi.
Capa Anhembi