A presença é mais sentida quando se manifesta de forma solidária.
Seja na alegria ou na dor, solidarizar-se com os outros é a maneira mais concreta de dizer que desejamos partilhar tudo e que o outro é importante para nós.
Na maioria das vezes não são necessárias palavras, basta a presença, basta uma mão estendida, um ombro consolador, um ato de confiança.
Participar da vida do outro sentindo as suas necessidades como próprias.
As relações que nascem a partir de gestos concretos de solidariedade são fortes e duradouras, porque são vidas que se encontram e geram comunhão fraterna.
Construir relações de solidariedade é nunca deixar passar a oportunidade de amar o próximo.

Apolonio Carvalho Nascimento