Deus é Bondade, e o ser humano é a única criatura à qual Ele se revela através da razão, que descobre seus vestígios na natureza. Nela podemos reconhecer e contemplar os atributos de Deus, como a bondade e a beleza.
No Evangelho de Mateus, capítulo 6, está explicada a bondade de Deus para com o homem e para com todas as criaturas.
Ali vemos o exemplo das aves do céu que não plantam nem colhem, mas a bondade de Deus as alimenta; e dos lírios do campo que não trabalham nem tecem, mas nem Salomão em sua glória se vestiu como um deles. E enfim, diz que nós, seres humanos, valemos mais que tudo o que existe na natureza. (Cf. Mt 6,26-29)
Que saibamos contemplar e agradecer a Deus por sua bondade infinita que se revela a todo instante ao nosso redor.

Apolonio Carvalho Nascimento