Podemos olhar o mundo e a vida segundo as lentes que decidimos usar. As lentes do otimismo e da esperança ou as lentes do pessimismo e do desespero.
De cada episódio que vivemos podemos extrair o positivo, seja em ganho real, seja em dano evitado. Em última análise, aprendemos uma nova lição em cada circunstância.
Não tenhamos medo de olhar para a cruz, de colocá-la sobre os ombros, pois dela dependeu a nossa redenção e através dela se chega à ressurreição.
Não quero sofrer, quero amar. E por amor aceito a cruz e sou mensageiro da esperança.
Que Deus me dê a força de saber ir além do sofrimento, meu e dos outros, para levar o seu alento e a sua esperança a cada irmão e irmã.

Apolonio Carvalho Nascimento