Um encontro muito esperado, a alegria de estar juntas e de ir “em profundidade” na vida com Jesus, descobrindo, de modo especial, a Sua presença na Eucaristia. Foram apenas dois dias – 24 e 25 de janeiro – e por isso cada momento devia ser especial. Assim foi, inclusive pelo simpático sítio “Arca de Noé” que recebeu as adolescentes do Maranhão e do Piauí: um lugar simples, que tinha o essencial e muitos animais e pássaros!
???????????????????????????????
Na primeira manhã elas puderam meditar sobre a presença de Jesus na Eucaristia assim como Chiara Lubich a entendeu e viveu. A alegria foi grande pelo inesperado presente do Eterno Pai: a presença de um sacerdote que veio especialmente para celebrar a Missa! Assim todas puderam ter, também nesse dia, a graça de um encontro profundo e pessoal com Jesus. “Foi forte compreender a importância da Eucaristia, e a responsabilidade que temos ao recebê-la”, comentou uma delas.
???????????????????????????????
“Estes dias foram muito importantes, acredito que cada uma foi tocada e que voltamos para as nossas cidades com corações novos. Eu também pude recarregar minha ‘bateria’ para  juntas sairmos em busca de um mundo unido”, disse Martha, confirmando o quanto, para as adolescentes, é fundamental estar juntas e poder compartilhar as dificuldades que enfrentam no dia a dia.
01 gen 3 sala (1)
Nesse sentido houve outro momento forte e desafiador! “Quem de nós não quer ser livre? Mas, o que é a verdadeira liberdade?” foi o tema de um diálogo muito vivo e interessante que ajudou a entender melhor esse conceito que nos nossos dias muitas vezes está muito deturpado.
“O encontro foi  especial pra mim porque pude conversar com outras meninas sobre  as dificuldades e barreiras pelas quais passamos. Além disso, a nossa conversa sobre liberdade me fez recomeçar e pensar mais em viver o momento presente”, escreveu Grasielly.
01 n 3 Grasielly
Ter descoberto que a liberdade é o maior presente que Deus nos deu ao nos criar e que somente vivendo o amor, até nas situações mais difíceis, é possível ser verdadeiramente livres e felizes deu às adolescentes muita alegria e uma nova força, junto com o desejo de levar esse modo de viver aos seus colegas e amigos. “Foi mesmo um fim de semana especial – disse Maria Clara – foi incrível que, mesmo num espaço simples e num período curto, pudemos abrir o coração e viver juntas por todas as situações que existem no mundo e pela concretização da unidade”.
01 gen 3 grupo (1)