“Os obstáculos para a harmonia da convivência humana não são apenas de ordem jurídica, ou seja, devidos à falta de leis que regulem esse convívio; dependem de atitudes mais profundas, morais, espirituais, do valor que damos à pessoa humana, de como consideramos o outro.”
Essa reflexão é um dos pontos de partida de “Comunhão e Direito”, rede internacional que reúne estudiosos e profissionais em diferentes áreas do Direito que têm em comum a vontade de olhar para a lei como um instrumento eficaz e necessário para ajudar a transformar a vida de cada comunidade em autêntica comunhão. O grupo nasceu em 2001 como resultado de uma intuição de Chiara Lubich, que iniciou a enunciação e o desenvolvimento da “cultura da unidade ” nos mais diversos âmbitos de conhecimento, do direito à política, da economia à arte.
Seguindo esta linha, Comunhão e Direito promove e apoia as mais diversas iniciativas para desenvolver e disseminar uma nova cultura jurídica baseada no relacionamento entre operadores do Direito e entre mundos jurídico e sociedade civil. Dá suporte à formação das consciências para a cultura da legalidade como forma de responder às exigências de justiça de cada pessoa.
Como parte do percurso construído por Comunhão e Direito no Brasil, será promovido de 24 a 27 de janeiro de 2013 o II Congresso Nacional, na Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista (SP). Com o título “Direito e Fraternidade”, o congresso reunirá em janeiro grandes expoentes que tratarão do princípio da fraternidade no Direito como instrumento de transformação social e novo paradigma na formação dos operadores do Direito, Fraternidade e Direito Constitucional, Direito de Família, Direito do Trabalho, Direito Ambiental e Direitos Humanos.
O congresso conta com o apoio do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ministério Público do Estado de São Paulo, Escola Paulista de Magistratura, Escola Superior do Ministério Público, Escola da Defensoria Pública do Estado, Associação Paulista do Ministério Público, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, entre outros.