O incentivo de um amigo conforta o coração de quem está em dificuldade.
O apoio da família é fundamental para quem se sente fragilizado.
Diante de qualquer desafio, a solidariedade das pessoas mais próximas dá coragem e esperança para seguir em frente e superar com mais facilidade as barreiras ou resistir às provas mais duras da vida.
A presença, a escuta, uma visita pessoal, um telefonema e todas as atitudes que demonstram apoio incondicional: é o que espera uma pessoa que necessita de ajuda.
Podemos agir de modo prático oferecendo-nos para substituí-la em alguma de suas tarefas diárias, por exemplo. Ou sugerindo uma solução imediata que pode ser adotada com nossa ajuda.
O encorajamento recíproco nos dá entusiasmo e esperança com equilíbrio, quando é fruto da vivência do Mandamento Novo de Jesus: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.” (Jo 13,34)

Apolonio Carvalho Nascimento