Na capital da República Democrática do Congo, como em muitos países africanos, o acesso aos tratamentos médicos é caro e nem sempre imediato. A experiência de Aline, enfermeira e bióloga que fez, antes de tudo, a opção pela acolhida.

[ler tudo]