No dia 14 de outubro aconteceu a inauguração do Focolare de Garanhuns, em Pernambuco, terra que foi berço das primeiras Mariápolis no Brasil. Podemos dizer que realizou-se a profecia de Chiara Lubich, quando em um momento com o bispo dom Irineu Scherer, que a pedia a presença de um focolare, ela respondeu: “Cedo ou tarde, chegará o focolares de Garanhuns“.

Segundo a comunidade do Movimento dos Focolares da região, podemos definir o dia a inauguração como um “dia de graças”.

Envolvidos neste clima com as comunidades das cidades circunvizinhas, demos início à abertura /inauguração do focolare com uma Missa solene, celebrada na capela da Comunidade Shalom pelo Pe. Carlos André e concelebrada pelo Pe. Erivanio, pároco de Alagoinha.

Resumindo as palavras do Pe. Carlos André que na sua homilia fazia referência a primeira leitura com a chegada do focolare : “dessas terras brotará uma fonte”, fonte de um Ideal que não passa.

Na conclusão da missa, a comunidade pôde se apresentar e seguir “em procissão “ até o focolare, onde os Sacerdotes deram a benção e concluíram com um momento de festa!

Seguem algumas fotos dos vários momentos que transmitem a alegria desse momento especial.

Quem viu, também gostou

Alagoas realiza duas Mariápolis em 2023

Oficina do Dado da Paz ensina arte de amar para escoteiros no Distrito Federal

Sabe aquela campanha que a gente sempre fez pelos nossos “12 mil”?