20141203-01Um campeonato de futebol no qual dois times são vencedores e, ainda, de lugares diferentes do planeta, às vezes muito distantes um do outro? Onde se pratica a Art Play? Em que lugar os patrocinadores estão dispostos a doar, para todo gol marcado, uma contribuição para financiar bolsas de estudo destinadas a adolescentes nos países pobres? Muitas iniciativas e projetos de solidariedade? Existe um “terceiro tempo”…?

Tudo isto e muito mais aconteceu no Super Soccer World 2014 nos conta Federico Rovea, um dos organizadores do evento. Esta manifestação esportiva foi promovida pelo Movimento Juvenil pela Unidade, do Movimento dos Focolares e houve a participação de cinquenta e seis times de futebol, de várias cidades do mundo”.

Dois times vencem. Uma característica do campeonato é que vencem dois times de cidades gêmeas e que, simbolicamente, jogam ao mesmo tempo à distância, conferindo à competição uma dimensão planetária.

Entre os quatorze acordos de “gemelagem”, estão os adolescentes de Be?ej, uma pequena cidade da Sérvia, gêmea de Tlencem na Argélia; os de Loppiano, na Itália, com os adolescentes de Florianópolis, no Brasil; a cidade italiana de Rieti jogou contemporaneamente com Buenos Aires, Argentina.

Este último acordo de “gemelagem”, bem como para todos os outros, não foi somente algo “ideal”. De fato, durante o campeonato, foi possível fazer uma conexão telefônica com a Argentina para partilhar com os jogadores sul-americanos o mesmo espírito de amizade e de fraternidade.

Os adolescentes de Rieti comunicaram – além da vivência daquele dia – também alguns projetos de solidariedade que tiveram início graças ao Super Soccer. Ou seja, a organização de uma atividade esportiva para adolescentes portadores de deficiência física e uma coleta de fundos para pessoas necessitadas, por meio da venda de tortas. Foi muito significativo o envolvimento dos pais, que também participaram do evento, entusiasmados com esta iniciativa.

Art Play. Nos campos esportivos, fazia parte do jogo – além da paixão pelo esporte – o espírito da Art Play e os jogadores observaram as quatro regras fundamentais:
• O respeito aos outros
• A cooperação
• A responsabilidade
• Os relacionamentos

Fundamentos principais do campeonato que contribuíam à pontuação dos times tanto quanto os gols marcados.

Os juízes observavam, portanto, não somente o respeito às normas do futebol, mas, também, o espírito que animava os jogadores, assinalando pontos positivos a quem se distinguia na vivência do mesmo. “Os adolescentes prestaram atenção às quatro normas tanto quanto à importância de marcar gols. Em minha opinião este regulamento deveria ser inserido entre as normas dos campeonatos mundiais”, afirmou um professor de educação física que colaborou na organização do evento.

20141203-02Bolsas de estudo. Outro projeto está coligado ao campeonato, Schoolmates, cuja proposta é a de encontrar um patrocinador que em cada cidade estivesse disposto a doar, para todo gol marcado, uma contribuição econômica para financiar bolsas de estudo destinadas a adolescentes de países pobres. Os 367 gols marcados renderam R$ 7.110,00 equivalente a vinte e duas bolsas de estudo.

O “terceiro tempo”. Uma grande festa entre os organizadores, patrocinadores do evento esportivo e os jogadores, que contribuiu a levar o espírito da competição esportiva também para fora do campo.

Super Soccer World, uma festa mais que um campeonato, caracterizado pela internacionalidade e pela partilha, pela solidariedade e pelo respeito ao outro, valores que os adolescentes tiveram a possibilidade de vivenciar dentro e, especialmente, fora do campo de futebol. O evento já está previsto para o próximo ano!