Estas duas ações que podemos praticar agradam tanto a Deus que Ele as prefere em vez dos sacrifícios.
De fato, fazer boas ações é praticar a misericórdia como a expressão mais sublime e mais bonita do amor.
Fazer uma boa ação não é somente ajudar alguém. É também perdoar, aconselhar, escutar, respeitar o outro, valorizar as suas qualidades.
Praticar a comunhão de bens com os irmãos e irmãs é a expressão mais eloquente do amor recíproco vivido da maneira como Jesus nos ensinou.
Eu meço a minha necessidade pela necessidade do outro: de modo que não haja sobras e desperdícios para mim, e nem faltas e carências para o outro.
Somente o amor é capaz de eliminar as divisões de todos os tipos que existem entre nós.
A justiça serve para criar igualdade, mas o amor serve para criar fraternidade.¹

¹ Conceito retirado do comentário da Palavra de Vida de fevereiro.

Apolonio Carvalho Nascimento