Um atleta é capaz de treinar até à exaustão para chegar o mais perto possível do máximo resultado; uma criança repete inúmeras vezes uma palavra até chegar à pronúncia correta; o amor, para se tornar perfeito segue o mesmo princípio: recomeça sempre. O amor verdadeiro não tem fim, tem recomeço e segue assim até alcançar a eternidade. Recomeçar a fazer tudo com mais amor, recomeçar a partir das quedas e dos fracassos, recomeçar na fé e na confiança, recomeçar a viver, recomeçar sem titubear. Não é vergonhoso recomeçar, é vergonhoso desistir e não alcançar a meta.
Apolonio Carvalho Nascimento