O amor vivido como um serviço, que não faz distinções, opera uma renovação dentro de nós e, pouco a pouco, também à nossa volta.
Quero convidar a todos neste dia, para vivermos aquilo que denominei “a progressão do amor”.
O amor leva ao respeito das diferenças; o qual leva à aceitação do outro como ele é; a aceitação leva à tolerância; esta permite o diálogo com todos; o diálogo leva à comunhão; a comunhão gera a unidade, que representa o amor em sua perfeição.
Portanto: amor _ respeito _ aceitação _ tolerância _ diálogo _ comunhão _ unidade.
Logicamente, necessitamos de uma graça da parte de Deus para sublimar todas as nossas falhas e caminhar juntos, deixando para trás os antigos preconceitos.

Apolonio Carvalho Nascimento