Cada respiro meu deve ser um agradecimento pela vida.
Cada olhar meu, que contempla e se encanta com a vida ao meu redor, deve ser um olhar de gratidão por fazer parte dessa imensa harmonia.
Tudo o que percebo com os sentidos do corpo e tudo o que vivo com os sentidos da alma, me leva a entoar um canto de agradecimento louvando a Deus.
Um obrigado por todas as alegrias que já tive e que terei, por todas as bênçãos recebidas.
Sou grato também por cada dor, cada dificuldade vencida, cada barreira superada, que me fizeram mais forte e mais confiante no imenso amor de Deus.
Ser grato a Deus por todos os dons recebidos, sobretudo o dom do amor que Ele plantou em meu coração e que, quanto mais o distribuo a todos, mais se multiplica.

Apolonio Carvalho Nascimento