Deus não cessa de nos enviar os seus dons e a única coisa que pretende é que estejamos no amor: “A quem me ama… eu me manifestarei” (cf. Jo 14,21).
Essa manifestação se realiza mediante esses infinitos dons. Ele os distribui a cada um para que, colocando-os em comum com todos, possamos experimentar a sua presença entre nós.
Seu amor me faz sábio, inteligente, conselheiro, forte, piedoso, conhecedor e obediente à sua vontade.
Ele me concede todas as virtudes que me ajudam a alcançar a santidade. Por isso e por muito mais lhe serei grato dia e noite e por toda a vida.

Apolonio Carvalho Nascimento