Ser vigilante no amor significa estar sempre preparado para o encontro definitivo com Jesus, quando ele nos interrogará sobre o quanto o amamos nos irmãos e irmãs.
Viver cada momento como se fosse o último sem perder a oportunidade de amar; seja nas alegrias ou nas tristezas, nos sucessos ou nos fracassos.
Ser vigilante pode ser também sinônimo de recomeçar; de levantar-se de uma queda para retomar o caminho do amor.
Ser vigilantes juntos, ajudar-nos a estar de pé, a permanecer fiéis ao amor mútuo e chegarmos juntos à meta.
“Vós também ficai preparados! Pois na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem”. (Lc 12,40)

Apolonio Carvalho Nascimento