Krizevci_2015_007Krizevci_2015_007O desporto pode contribuir para a realização de um mundo mais unido? Pode ser um campo de ação e um instrumento de unidade entre as pessoas e entre os povos? Estas e outras perguntas desencadearam a experiência dos fundadores de Sportmeet, começando pela partilha da paixão pelo desporto.

«Sem a pretensão de ser os donos da verdade, começamos a procurar as pessoas e as experiências do mundo desportivo que nos pudessem ajudar neste trabalho. Em síntese, nestes anos emergiram três elementos que traçam a identidade de Sportmeet: a elevada consideração pelo desporto como fenômeno significativo da sociedade; a capacidade e o objetivo de reunir as várias categorias de pessoas interessadas pelo desporto; o desafio de conjugar teoria e prática num contexto que tende a manter separados os que estudam e os que praticam o desporto». São algumas das ideias apresentadas por Paolo Cipolli, presidente de Sportmeet for a United World, ao abrir o sétimo congresso organizado pela rede de Sportmeet em Krizevci (Croácia). «Olhem para o desporto em diálogo com a cultura contemporânea, com a convicção de que pode trazer uma contribuição específica, estimulante e positiva para a cultura, para a construção de uma cidadania ativa e responsável.»

Krizevci_2015_006Krizevci_2015_006Uma centena de participantes – diretores, professores de educação física, pedagogos, atletas, responsáveis de clubes desportivos, árbitros, educadores, estudantes universitários, jornalistas desportivos – provenientes de várias regiões da Croácia e da Sérvia, encontraram-se de 2 a 4 de outubro, na “Mariápolis Faro”, na Croácia. Estiveram presentes as instituições regionais e locais que patrocinaram e financiaram o congresso, a TV nacional, a rádio local e o atleta Branko Zorko, corredor de longa distância, três vezes campeão olímpico mundial na corrida dos 1500 metros, natural de Krizevci, que está em contato com Sportmeet.

O tema “Tempo livre como recurso para as jovens gerações” evidenciou as grandes mudanças e os riscos derivantes do uso maciço de internet e da difusão das novas tecnologias, como salientou com clareza e preocupação Mirna Andrijaševi? da Faculdade de Ciências Motoras de Zagreb.

Alexandar Ivanosky, da Faculdade particular do Desporto e da Saúde de Belgrado (Sérvia), sublinhou a importância da presença dos adultos, chamados pelo desafio de procurar com os adolescentes – muitas vezes sós diante dos potentes estímulos da tecnologia e das redes socias – uma abordagem criativa.

Milan ?apalija, psiquiatra, e Majda Fajdeti?, pedagoga do Ministério da Instrução de Zagreb, salientaram várias metodologias de promoção de uma ação pedagógica que possa valorizar a contribuição do jogo e do desporto.

Vários workshops com experiências de interação prática concluíram-se com um momento de jogo junto com jovens da escola média na praça central da cidade.

O evento foi um ensaio e ao mesmo tempo uma ocasião para fazer a experiência da característica de Sportmeet: o diálogo como recurso e oportunidade imprescindível para promover uma nova cultura do desporto.

Para testemunhar o clima de estima e de confiança construído nestes anos, Alexandar Ivanosky (Sérvia) destacou as capacidades do desporto croata de excelência nos jogos de equipe e reivindicou uma interação mais estreita para partilhar o espírito de fraternidade que anima este grupo nos Balcãs e em outras partes.

Na conclusão foi anunciada a próxima Summer School 2016 que se desenvolverá, de 14 a 17 de julho, novamente em Krizevci.