Tomar cada dia a própria cruz é escolher o caminho do amor.
O caminho do amor é o mais difícil, o mais estreito e que contém muitos obstáculos, mas é o único que conduz à meta.
Escolher o caminho do amor significa tomar a própria cruz a cada dia, significa pôr a mão ao arado e não olhar para trás.
É o caminho da certeza, sem falsas ilusões. Pode ser pedregoso, mas é também iluminado; exige renúncias, mas traz muitas consolações; é uma estrada longa, mas parece breve, porque começa e termina no momento presente; no entanto, ao mesmo tempo, perdura na eternidade.
O caminho do amor é a escolha de quem sabe onde quer chegar. É o caminho da verdade que conduz a Deus através do irmão.

Apolonio Carvalho Nascimento