Quando temos a compreensão de que a vontade de Deus é o melhor para nós, passamos a fazê-la com alegria.
Às vezes custa aceitá-la quando não coincide com a nossa. Na verdade, quase sem ter total consciência disso, nós queremos que Deus faça a nossa vontade.
O certo é entregar-se totalmente em suas mãos. Acreditar que fazer a sua vontade é o que realmente nos fará felizes.
Deus não nos pede sacrifícios extremos, Ele nos pede que nos amemos. Esta é a sua vontade para nós: ser amor em cada situação; ser amor para cada próximo que passa por nós.
Quando entendemos que a vontade de Deus se resume em amar, nós a vivemos com alegria.

Apolonio Carvalho Nascimento