Como Paulo diz na carta aos Tessalonicenses: não se trata de palavra humana, mas de Palavra de Deus.
Por essa razão, nós a acolhemos com uma imensa alegria.
É um diálogo estabelecido entre nós e Deus, em que Ele nos explica a lei do amor, os mistérios da vida eterna, o quanto é bom e proveitoso fazer a sua vontade e os efeitos que a sua Palavra opera em nós e entre nós.
Na Palavra está o próprio Deus. E queremos acolhê-lo com o coração cheio de alegria.
O grande diferencial da Palavra de Deus é que ela pode ser praticada: são inúmeras frases com um sentido completo que indicam um caminho de luz e harmonia.
Não é uma filosofia e nem mesmo uma religião, a Palavra é o próprio Deus que age em nós e nos faz Igreja, comunidade, família.

Apolonio Carvalho Nascimento