Quando paramos para compreender o quanto cada pessoa é uma riqueza para nós, descobrimos a preciosidade das relações humanas.
Mesmo alguém que nos causa um transtorno pode nos fazer exercitar certas virtudes como a paciência e a tolerância.
As pessoas aparentemente desprovidas de talentos podem nos estimular à partilha, ao ensino, à aceitação dos limites.
Gente que distribui ofensas gratuitamente pode nos estimular ao perdão, à prática da misericórdia, que nos eleva a alma, deixando-a mais próxima da condição divina.
Enfim, tudo o que o outro pode me oferecer de bom leva-me a doar ao outro o melhor de mim.
A acolhida é o início de uma relação, que se torna trilha de luz e harmonia.

Apolonio Carvalho Nascimento