Ao ler essa frase, alguém pode pensar que deve multiplicar os momentos de oração, ir mais à igreja, ler mais a Bíblia.
Tudo isso é válido, e pode ser feito, mas há uma atitude anterior que é fundamental: reconhecer a presença de Deus em cada pessoa que está ao nosso lado.
Quando queremos estreitar o relacionamento com alguém, nós vamos encontrá-lo, procuramos saber se precisa de alguma coisa, queremos estar em sua companhia.
A abertura de coração para acolher bem, faz o outro se aproximar de nós.
Da mesma forma, Deus se aproxima de nós. Na verdade, é Deus quem intensifica a sua relação conosco, quando vê a nossa disponibilidade para amá-lo em cada próximo.
E a partir disso, tudo adquire um novo significado: a oração, o culto, o louvor, a meditação da Palavra.
Como diz um hino da Igreja Católica: “Culto agradável a Deus é fazer a oferta do próprio coração”.

Apolonio Carvalho Nascimento