Todos os dias, e mais de uma vez ao dia, recito a oração do pai-nosso. Chamar Deus de Pai implica considerar toda a humanidade uma só família, pois se Deus é meu Pai, é também Pai de todos.
Se é assim, devo mudar o meu olhar e ver cada pessoa que encontro durante o dia como um verdadeiro irmão ou irmã.
Toda e qualquer pessoa deve ser tratada como meu pai ou minha mãe, meu filho ou minha filha, enfim, como minha própria família.
Cuidar de todos sem distinções, servir a todos com prazer, amar a todos por dever.
Onde não pode chegar o meu serviço, que chegue a minha oração; onde não pode chegar o meu afeto, que chegue a minha ação; onde não posso estar pessoalmente, que chegue a minha intenção, mas que a todos chegue o meu amor.

Apolonio Carvalho Nascimento