Há mais de um ano que os noticiários só falam de estatísticas de mortos e de doentes.
A minha reflexão nesta Páscoa foi me perguntar: de que maneira eu posso ser portador de vida e de esperança diante dos cenários de desolação que presenciamos todos os dias?
A fé no Ressuscitado me leva a ver os fatos com os olhos de Deus.
Ele está presente. Por mais que muitos não o sintam, Deus está em cada doente, em cada sofrimento, em cada família enlutada.
Ele está também em cada agente de saúde, em cada cientista, em cada cuidador ou cuidadora.
Em meio ao mar revolto pela tempestade da pandemia da covid-19, Ele vem ao nosso encontro caminhando sobre as águas e nos diz: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” (Mt 14,27)
Em Jesus ressuscitado está a soberania da vida e da esperança. Portanto, Nele está também a soberania da história, da nossa história.
Levemos vida e esperança a todos!

Apolonio Carvalho Nascimento